domingo, 28 de março de 2010

Medo

O que eu vou ter?
O que eu vou ser?
O que irei perder?
O que vou saber?
O que vou entender?
E se nada mais existir?
E se eu não souber mais dividir?
E se você passar se lembrar?
E se eu deixar de te amar?

ignore cabeção, a postagem anterior! :)

sexta-feira, 19 de março de 2010

Final de semana

É engraçado, você passa a semana atolado de trabalho e estudos, sem tempo para amigos, família e coração, sem dormir direito, cansado, louco para que chegue o final de semana para poder descansar... porém, feliz. E quando o desejado final de semana chega você fica triste, querendo que ele passe rápido e que você não se deprima pelo seu coração que há tempos não te deixa ser feliz por completo e que agora se ilude por uma simples rua acima da sua e um certo morador dela, "colega" de escola.
Você esquece de sua vida, de seus deveres, de seus amigos, da comida no fogo para pensar no coração e suspirar. Esquece inclusive que tais suspiros são desperdiçados, pois é tudo um sonho. Um sonho lindo, de ombros lindos e comprometido.
Mas o que importa? No final você quer ser feliz sem pensar se vai ou não fazer alguém triste (ou feliz). Você quer ser ao menos uma vez egoísta na sua vida. Quer pensar em você e em como você seria feliz com x ou y.
Você começa a contar os passos que a pessoa dá, onde vai, com quem vai, fazer o que. Começa a reparar cada gesto da pessoa; o andar, o falar, o sorrir, o piscar do olho, o respirar, o colocar as mãos na cintura e fazer cara de cansado, o jeito como pega nos talheres, como segura um copo, como debocha e se assusta... Acha lindo o jeito de agradecer por ter emprestado a pasta de dente coma boca toda cheia de espuma. -risos-
E de repente você percebe que no outro dia já é final de semana, a semana passa voando e seu coração e pensamentos voam mais ainda. Mas não é um final de semana qualquer, é um final de semana de apenas um dia, pois um dos dois dias de descanso trabalhado será mais um tortuoso (feliz) dia de estudos. Logo, mais uma oportunidade de sonhar, de suspirar, de se apaixonar pelo impossível e ser feliz por dois segundos antes de lembrar da dona do cão.
Tudo o que você vai querer neste domingo que se aproxima é vê-lo descer a rua voltando da casa de sua dona. Nisso você suspira, sonha, chora e agradece pelo outro dia ser segunda-feira e acontecer (sem acontecer) tudo de novo.

*Tomara que isso seja somente uma dessas paixões de final de semana e eu volte com a outra de quase um ano :(



"(...) Quem me segura se eu cair?..." ♪

domingo, 14 de março de 2010

PIPOCA


PULA PIPOCA! PULA!
Filho da puta! ¬¬

sábado, 13 de março de 2010

Já não bastasse o amor platônico de quase um ano
Já não bastassem os vácuos e as vezes que fui ignorada
Já não bastasse os meses sonhando acordada com cara de bobo-alegre
Já não bastasse ficar meses presa a uma situação que nunca existiu e que nunca acontecerá
Já não bastasse não conseguir me permitir olhar outros lugares
Já não bastasse odiá-lo a ponto de amá-lo mais do que tudo
Já não bastasse não conseguir tira-lo de forma alguma do meu coração, cabeça e vida...

Vêm-me essa vontade de ficar vinte e quatro horas, trezentos e sessenta e cinco dias do ano ao teu lado. SHIT :/

domingo, 7 de março de 2010

Passa muito rápido!

É engraçado como que quando se está feliz e com pessoas que te fazem feliz o tempo passa rápido. Está tudo assim, hoje é segunda, dois piscares depois já é domingo! o_o
O bom é que em dez piscares estaremos no terceirão, teremos aproveitado muito e dado muitas, infinitas risadas! Como isso é bom... :D
Tenho apenas que agradecer. OLÁ!